papel, de novo.

paper, again.

Não me canso de falar sobre papel, e percebo a cada dia a importância que a escolha dele tem no meu trabalho.
Ganhei de uma amiga querida alguns papéis de um moinho da Holanda, o único que ainda produz papéis artesanais desde 1692.
A série nova está sendo desenhada nele, o Zaansch Bord, feito de trapos misturados com linho e cânhamo.

I never tire of talking about paper, and I realize each day the importance its choice has in my work.
A dear friend sent me some papers from a Dutch windmill, the only one that still produces handmade papers since 1692.
The new series is being drawn on it, the Bord Zaansch, made of rags mixed with flax and hemp.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s